segunda-feira, março 12, 2007

Ainda o entrelac...

As instruções da camisola original estão na revista Tricot nº 6 (ver post 21 Jan). São bastante fáceis de seguir mas tomei a liberdade de transcrevê-las simplificando dois ou três pormenores que quanto a mim estavam um pouco complicados. Quanto ao esquema, que na figura tem duas cores, neste caso (e assumindo-se que se está a trabalhar com uma única cor), deve ignorar-se a diferença de cores.

Para quem queira experimentar o ponto, mas não queira fazer a camisola, sugiro na mesma que tentem fazer as primeiras duas ou três filas descritas para a camisola e facilmente perceberão como podem aplicar o ponto em qualquer peça: uma écharpe rectangular, uma manta, etc.



Instruções para a camisola



Medidas: tamanho único para peito 86/97 cm

Material: 600g de fio 53% lã, 47% acrílico (90m/50g), ag. circular 6 cm

Amostra: 16m x 20v = 10x10 cm em p.meia. Um quadrado mede cerca de 12,5 cm em diagonal.

Execução:
Trab. a camisola numa só peça, começando na extremidade inf. das costas.
Montar 48 m. e tricotar em p.meia os primeiros triângulos da base do seguinte modo: * 2 m liga, vire, 2 m meia, vire, 2 m liga, depois trab. a m seg. da orla de montagem = 3 m, vire, 3 m meia, vire, 3 m liga, depois trab. a m seg. da orla de montagem = 4 m, vire, 4 m meia, vire. Continuar no ponto até existirem 12 m na ag. da mão dta. Vire, 12 m meia, vire e 12 m liga. Não vire, mas deixe estas 12 m em descanso. Trab. os 3 triângulos seguintes do mesmo modo a partir de *.
Agora, trab. a 1ª fila de quadrados, começando na v. do direito. Comece com um triângulo inicial: tric. em meia as primeiras 2 m do último triângulo de base, vire, 2 m liga, vire, 1 m meia, faça 1 m meia inserindo a ag. só na parte de trás da m (na prática é um aumento: insere-se a ag. na parte de trás da m, não se tira e tricota-se novamente a mesma m), 1 acavalamento simples (= salte a última m, tric. em meia 1 m do triângulo de base e depois passe a m saltada sobre a m tricotada), vire, salte 1 m, 2 m liga, vire, 1 m meia, 1 m meia inserindo a ag. na parte de trás da m, 1 m meia, 1 acavalamento simples, vire, salte 1 m, 3 m liga. Continue no ponto. Assim, na v. do direito, no início das v., faça 1 m meia de aumento inserindo a ag. só na parte de trás da m, e trab. um acavalamento simples no final das v. até restarem 12 m e terem sido esgotadas todas as m do 1º triângulo de base. Não vire. Trab. um quadrado: apanhe 12 m ao longo da orla lateral do triângulo de base seg., vire, 12 m liga, vire, 11 m meia, 1 acavalamento simples (= salte a 12ª m em meia do quadrado, tric. 1 m meia a partir do triângulo de base e a seguir passe a m saltada sobre a m tricotada), vire, salte 1 m, 11 m liga, vire, 11 m meia, 1 acavalamento simples, vire, salte 1 m, 11 m liga, vire. Continue até esgotar todas as 12 m do triângulo de base. Não vire mas deixe as 12 m em descanso. Trab. os 2 quadrados seg. do mesmo modo. Para o triângulo final, apanhe 12 m ao longo da orla lateral do último triângulo, vire, 12 m liga, vire, 10 m meia, tric. junt. em meia as últimas 2 m, vire, 11 m liga, vire, 9 m meia, 2 m meia juntas, vire, 10 m liga, vire. Continue do mesmo modo até só restar 1 m.
Agora, trab. a 2ª fila de quadrados, começando na v. do avesso com um quadrado e terminando com um quadrado. Vire o trab., salte 1 m (= m do triângulo final), depois apanhe 11 m na orla lateral do triângulo de extremidade = 12 m. Vire, 12 m meia, vire, ** 11 m liga, 2 m liga juntas (= 12ª m juntamente com a m seg. do quadrado da 1ª fila), vire, salte 1 m, 11 m meia, vire, repita a partir de ** até todas as m do quadrado estarem esgotadas. Não vire mas deixe as 12 m em descanso. Para o 2º quadrado, apanhe 12 m ao longo da orla lateral do quadrado seg., vire, 12 m meia, vire, depois a partir de ** trab. tal como se fez para o quadrado anterior. Trab. do mesmo modo os quadrados seg.
Trab. a 1ª fila de quadrados mais 1x, depois para a manga, exec. 24 m novas e trab. 2 triângulos de base sobre elas, e depois, 4 quadrados. Para a 2ª manga, exec. 24 m novas com um fio separado e depois, com o fio principal da camisola, trab. ainda 2 triângulos de base = 8 triângulos ou quadrados. Depois, trab. 3 filas de quadrados sobre todas as m. na fila seg., trabalhando da esq. para a dta., trab. os primeiros 3 quadrados tal como indicado. E, para o decote, sobre os 2 quadrados seg., trab. triângulos finais, da seguinte forma: salte 1 m liga, apanhe 11 m ao longo da orla lateral do quadrado seg. = 12 m, * vire, 12 m meia, vire, 11 m liga, 2 m liga juntas (= 12ª m do triângulo juntamente com a m seg. do quadrado em baixo), vire, salte 1 m, 9 m meia, 2 m meia juntas = 11 m, vire, 10 m liga, 2 m liga juntas, vire, salte 1 m, 8 m meia, 2 m meia juntas = 10 m, vire, 9 m liga, 2 m liga juntas, vire. Continue no ponto. Assim, na v. do avesso tric. em liga a última m do triângulo juntamente com a m seg. do quadrado, e nas v. do direito, tric. em meia as 2 últimas m juntas. Na última v. do avesso, tric. 2 m liga juntas e depois apanhe 11 m ao longo da orla lateral do quadrado seg. = 12 m. Repita a partir de *. Após o 2º triângulo final, trab. mais 3 quadrados e depois coloque todas as m em descanso. Para a orla do decote da frente, exec. 24 m novas e trab. 2 triângulos de base. Depois, insira estes triângulos no centro do trab. Trab. a frente até ao fim em sentido inverso. Para isso, trab. 3 v. de quadrados sobre todas as m (com triângulos iniciais) e depois, para as mangas, trab. 2 triângulos finais para cada lado e ainda 4 quadrados no centro, tal como está indicado.
Acabamentos: Apanhe 50 m ao longo das orlas inf. das mangas. Trab. no ponto de cós da seg. maneira: na 1ª v. do avesso trab. m de ourela, depois, alternadamente, 5m liga, 3 m meia, termine com 1 m ourela. Quando o cós medir 20 cm, remate todas as m. Apanhe 83 m ao longo de cada uma das orlas da frente e das costas e trab. no ponto de cós, começando na 1ª v. do avesso com m de ourela, 2 m meia, depois, alternadamente, 5 m liga, 3 m meia, e termine em sentido inverso. Quando o cós medir 9 cm, remate todas as m. Feche as costuras dos lados e das mangas. Para a gola, com ag. circular, exec. 96 m e trab. no ponto de cós em voltas contínuas. Após 12 cm de altura, salte em liga a última m meia de cada 2º canelado de meia, tric. 1 m liga e depois passe a m saltada sobre a m tricotada = 90 m. Após 14 cm de altura, diminua do mesmo modo para os outros canelados = 84 m. Após 18 cm de altura, remate todas as m. Cosa a orla rematada à orla do decote.




Pormenor do ponto

Se repararem, cada quadrado tem sempre uma orla com "malhas gigantes", isto é, com metade do número de malhas verticais habitual (12 m verticais em vez das 24 m verticais do restante quadrado). Isto não é defeito: é feitio, porque sempre que se iniciam as voltas daquele lado, salta-se a 1ª malha. É mesmo assim para as medidas baterem certo.

5 Comments:

Blogger Tany said...

Obrigada por mais este detalhe no ponto Entrelac e na camisola lindíssima que fizeste! Fico contente de ler os teus posts, espero que agoras tenhas mais tempo disponível (tanto para estes trabalhos como para postar)! Um grande abraço,

Tany

12/3/07 23:14  
Anonymous Mamã Martinho said...

Oi Celina,

Já estive a ver a "receita" da camisola na revista, há usn temspo atrás. Lembro-me que no principio achei um pouco confusa, mas que depois fui percebendo o esquema e achei que seria bem fácil de executar. Não me decidi a faze-la mas quem sabe não aplico o ponto em outro trabalho? Caso aconteça venho sem duvida ver com atenção todos os promenores que falas, para que não tenha duvidas.

Bjs

Mónica

13/3/07 11:51  
Anonymous fatima gouveia said...

Olá Celina!..navegando por tudo que é tricô...só hoje cheguei ao seu blog...parabéns...gostei muito, já está nos meus favoritos para linkar em meu blog.
Esse ponto fiz já á muitos anos, ainda solteira e bem jovem, num colete para o meu mano.
Passe pelo meu blog e dê sua opinião.
Bom fim de semana
Bjs
Fatima

16/3/07 20:34  
Anonymous fatima gouveia said...

Obrigada Celina! pela visita, e pelas palavras bonitas...fiquei muito contente e feliz...é muito bom ver a nossa familia virtual aumentando...adoro ter amigos.
Costumo dizer: nos meus amigos está a minha riqueza.
Tenha uma boa semana e volte sempre.
Beijinhos
Fatima

18/3/07 22:25  
Anonymous Anónimo said...

Olá! Adorei seu blog e gostei mais ainda de ter encontrado essa receita; eu só não entendi o que quer dizer "liga". Voc~e poderia me esclarecer, se possível? Meu e-mail é marciacbgg@oi.com.br
Muito obrigada, bjs.Marcia

26/7/07 21:03  

Enviar um comentário

<< Home